O multiartista visual Gandhy Piorski (2016, p. 57) diz em seu livro “Brinquedos no chão” que para aqueles que produzem arte, a criança é a própria arte, já que sua linguagem é sempre a da imaginação. Piorski toca em um ponto fundamental para o Mini Festival, pois, afinal, como criar e produzir arte, no caso a música, para aqueles que são, em si mesmos, a própria arte? Acreditamos que, para tal, é preciso observar atentamente, pesquisar, olhar com outros olhos, escutar com outros ouvidos.

 

Quem são?

Gandhy Piorski (MA) – Artista plástico, pesquisador das práticas da criança. Teólogo e Mestre em Ciências da Religião. Realiza pesquisas nas áreas de culturas, produções simbólicas, antropologia do imaginário e filosofias da imaginação. No campo das visualidades discute as narrativas da infância, seus artefatos, brinquedos e linguagens, criando com isso exposições, realizando curadorias, propondo intervenções.

 

 

 

 

 

 

 

Silvério Pessoa (PE) – Cantor, compositor e docente. Com oito discos lançados, um DVD e dois livros, o artista, pesquisador e professor é um exemplo de uma arte que não tem fronteiras, ainda que calcada nos sons e nas identidades culturais de Pernambuco. Graduado em Pedagogia pela UFPE, pós-graduado em Psicopedagogia, pela Fafire; e em Moderna Educação: Metodologias, Tendências e Foco no Aluno, pela Escola de Humanidades da PUCRS. É mestre e doutor em Ciências da Religião da Unicap, onde atualmente é professor no curso de Pedagogia e na pós-graduação de Ciências da Religião. Silvério é pesquisador em Cultura Popular e Cotidiano Escolar, Religiosidade Popular e Música Religiosa, Diálogos entre Culturas, com atividades também na área de formação docente através de aulas-shows, cursos, palestras e conferências. Criou cursos de extensão na área de música e religiosidade.

Foi Secretário de Cultura de Pernambuco em 2023.