A cultura de Pernambuco transborda naturalmente no estilo do pianista e compositor Amaro Freitas, que é um dos grandes nomes do jazz brasileiro recente. Influenciado pelo mestre do frevo Capiba, por Moacir Santos, Hermeto e Gismonti, mas também pelas grandes referências do piano jazz como Chick Corea e John Cage, Amaro apresentará no Festival MINI , de forma inédita , o seu primeiro concerto solo voltado para o público infantil.

Através da técnica do “piano preparado” desenvolvida por Cage, uma de suas referências, Amaro usará o piano também como instrumento percussivo, que na verdade, de fato é, e, a partir da sua caixa acústica , apresentará aos jovens e crianças, as diversas sonoridades possíveis de serem extraídas deste instrumento.

Para tanto, Amaro fará o uso auxiliar de efeitos de percussão, como  sementes e apitos, assim como, de objetos inusitados. Você imaginaria que um pregador de varal sendo utilizado nas cordas do piano , seria capaz de criar um som totalmente inusitado ? E dele virar música ?

Pois bem, no dia 02 de setembro, na programação do Mini, Amaro Freitas trará a garotada, jovens e adultos para o seu universo particular e curioso que nasce dentro do piano de cauda.